Rua XV de Novembro, 135 - Centro
(42) 3460-1155
X

Professores municipais retornam às atividades com "palhestra" do SOS Alegria

Quinta-feira, 03 de fevereiro de 2022

Última Modificação: 23/02/2022 15:17:05 | Visualizada 424 vezes


Ouvir matéria

A abertura da semana pedagógica, na quarta-feira (02), iniciou com a fala da prefeita em exercício, Juliana Belinoski, que deu boas vindas a todos os professores, e falou da importância fundamental de quem contribui diariamente para a construção dos saberes e experiência de cada aluno.

 

“O professor consegue transformar a vida das pessoas, mesmo diante dos desafios que hoje estamos passando com a pandemia do coronavírus, é o momento de levar a esperança a cada aluno, motivando e encorajando cada um, para que se tornem cidadãos que venham a contribuir futuramente com uma sociedade transformadora”, fala a prefeita interina, Juliana Belinoski.

 

Ao longo da manhã, os professores das escolas municipais e CMEIs tiveram uma "palhestra" sobre saúde mental nos pós pandemia com dois membros da organização Doutores Palhaço – SOS Alegria. Atuando desde 2015, e com mais de 50 apresentações no território paranaense, a palestra é elaborada para conseguir abordar e chegar nas questões que são sensíveis da saúde mental, mas de uma forma divertida, fazendo com que algo sério possa ser alegre e engraçado, trazendo o conhecimento de atuação dos personagens dos Doutores Palhaços dentro do ambiente hospitalar e educacional.

 

“Trazemos alguns ingredientes que são essenciais para nossa vida, mas de uma forma leve, que conseguimos impactar as pessoas para que elas reflitam brincando. A mensagem que trazemos é de que é muito importante para a nossa saúde mental que a gente consiga ser nós mesmo”, aponta Micheli Vaz, participante do grupo.

 

Convidados pela secretaria de Educação para palestrar sobre saúde mental para os professores da rede municipal, essa foi a primeira apresentação para professores. Para Vaz, é muito importante essa interação com os profissionais da educação, visto que, assim como os profissionais da saúde, mesmo sem ligação direta com o meio hospitalar, também atuam na linha de frente, pois a educação mexe com a estrutura do país.

 

“Precisa de um olhar atento para esses professores, sempre precisou, mas agora com a pandemia da COVID-19 escancarou muitos problemas que tem com o corpo docente, os problemas que os professores passam para conseguir chegar no seu objetivo. Vimos que é possível fazer escola de longe, mas não substitui o presencial. O professor é esse intermediar do conhecimento e é extremamente necessário que ele tenha suporte emocional para que consiga dar outro suporte para os estudantes”, pontua Vaz.  

 

O objetivo da Secretaria de Educação foi abordar assuntos importentes de forma leve e divertida. "Devido a repercussão dos trabalhos realizados pela equipe SOS Alegria em empresas renomadas, entre elas a Copel, nos convencemos que os professores da rede municipal mereciam esta 'palhestra', que foi apresentada de forma descontraída abordando temas relevantes relacionados à saúde mental. Acredito que os objetivos foram alcançados notando em nossos professores uma boa aceitação do tema e da forma que foram apresentados", explica Tullio.

 

 Galeria de Fotos

 Veja Também